quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

Natal

É impressão minha ou hoje em dia o Natal começa a celebrar-se mais cedo?
Será a fobia de juntar a família ou o espírito consumista que antecipa cada vez mais os enfeites, o envio de sms, mails (sim porque cartões e cartas já poucas pessoas enviam), o insuportável trânsito, sobretudo nos arredores dos centros comerciais, publicidade nas caixas de correio, rádio, tv …. Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii


Nesta altura do ano sinto sempre um pouco de nostalgia, as árvores são diferentes, as bolas não partem, banalizou-se de tal forma a figura do Pai Natal que já nem as crianças acreditam nele (e só podem mesmo, num único prédio já vi 10 Pais Natal pendurados!!!)… Aiiiiiiiiiiii outra vez

Lembro-me de ir ver o filme Música no Coração, de ir ao Circo e à distribuição de prendas na empresa do meu Pai… Agora vou com os miúdos ver o Senhor dos Anéis, o Circo começa a perder piada e as festas nas empresas, já foi tempo…

Não pensem, contudo, que não gosto do Natal, gostooooo... o cheiro das rabanadas, os frutos secos, as camisolas vermelhas, a ansiedade dos mais novos, mas sinto falta da “roupa velha”, não aquela feita dos restos do bacalhau cozido, aquela feita de harmonia familiar genuína…

Sinto a antecipação do Natal e sinto, também que tudo se vai dividindo...

E sinto que cada vez há mais Pais Natal pelas varandas, mas menos Natal dentro das nossas casas.

6 olás!!:

vsuzano disse...

tens razão mesmo... o natal é mais natal da coca cola agora...

Agora esse Pai Natal que aí está...chiçaaa...dá como prenda a companhia, mas está sempre a exigir...rua..xixi...cócó...perna...escovem-me o pêlo...água...comida... Ó pai Natal mais exigente....hahahahaha

beijinhos

Bruno disse...

ainda me lembro de ir ao circo todos os natais. mas pronto...

bem, esperemos que não dê outra x o senhor dos anéis. parece que vai ser tipo sozinho em casa que deu todos os natais durante uns 10 anos. ehe :D

bom fim de semana ola :)

Oliver Pickwick disse...

Sábia obervação, querida Olá, essa de avistar num mesmo prédio 10 Pais Natal (Papai Noel, aqui no Brasil). Imagino a situação vexatória dos pais em ter que explicar tal fenômeno aos filhos pequenos.
O Natal pode ter mudado, mais o seu senso de humor continua o mesmo. Ou melhor!
Beijos, e tenha o melhor dos fim de semanas!

Blue Velvet disse...

Amén a tudo, sobretudo à proliferação dos Pais Natal nas varandas e menos Natal em casa.
Por isso é que eu quero o passado de volta na minha algibeira.
Beijinhos

fj disse...

retive a ultima frase.
100duvida que é assim(infelismente)

FM disse...

Efectivamente, numa única frase disseste TUDO... mas há que lutar por continuar a manter o "bacalháu com batatas" e a história do Pai Natal... ainda sou crente...