quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

Portadores de HIV - Diferenças e Oportunidades

Dando seguimento ao post de ontem, podem ler AQUI a entrevista que, como diz a Lídia, toca e dói…
Apraz-me verificar que mais blogs aderiram a esta causa, quanto maior a cadeia solidária maior a quantidade de informação que passa… conto convosco, dar um abraço não custa nada…

16 olás!!:

Miudaaa disse...

Gostooo TANTOOO destas mãos!!!
O hino à amizade :-)

Beijos por boas causas.

Miudaaa disse...

A Rosa Brava nao Murcha, dizem.
F O R Ç A A A, porque a luta é dura mas por ser uma luta, ganha-se!!! :-)

Adri - Dri - Drika disse...

Oii bm informativo o post gostei parabéns ;)

O Profeta disse...

Os pesares dividem as marés
A idade do ouro ainda tarda
Os anos passam como gotas varridas
Por um tempo que retrata o nada


Convido-te a saborear um absinto no meu espaço
pela Taça de Fino Ouro



Mágico beijo

FM disse...

Olá Olá! (risos)
Não te esqueceste que me "devem" uma visita, a qual deve ser agendada com a "necessária" antecedência... (risos)
Beijos... e Um dia Feliz!

Manuel Damas disse...

Tem um prémio no meu blog.
Jinhos

parvinha disse...

Vamos lá abraçar a malta, começo logo ou amanhã.
beijinhos

NINHO DE CUCO disse...

Excelente post assim como está.
A vida vale sempre a pena mesmo quando insite em atraiçoar-nos. Ao aprendermos com a traição viveremos com mais sabedoria.
De enfatizar na esplêndida entrevista a força interior do Raul e a incertaza relativa aos apoios do Estado e ao acolhimento no seio da família humana uma vez descoberta a natureza duma doença que ainda arrasta consigo muitos tabus.

SILÊNCIO CULPADO disse...

Sempre juntos conseguiremos vencer o ostracismo e a indiferença.

Ru2x disse...

Ol�s :)
Tou com d�i d�i, mas vai passar depressa, para vos poder dar a aten�o que merecem.
Obrigado pelas palavras deixadas no Sidania. Voltarei
Bjs
Raul

Louise disse...

Todas estas situações relacionadas com os portadores de HIV deviam ter outro enquadramento nas preocupações dum estado social mas que não têm.
Fiquei com um nó na garganta ao ler a entrevista publicada no Silêncio, prova de coragem e de um espírito superior que o Raúl demonstra ter.
Que esta onda de solidariedade signifique um combate cerrado aos preconceitos fruto do obscurantismo que a nossa educação ainda não se mostrou à altura de resolver.

Joseph disse...

Olá
Na verdade, os preconceitos e as faltas de apoio revelam quanto estamos atrasados e mal informados e como as pessoas lidam mal com o HIV por causa da sua ignorância.
Gastam-se verbas astronómicas a promover o governo e os partidos políticos e para informar sobre a saúde não há dinheiro.
Este tema também deveria ser abordado nas escolas em aulas de educação sexual.

Boris disse...

A IGNORÂNCIA, sim a INGNORÂNCIA é o maior amigo do preconceito e o maior inimigo do calor humano.
Este testemunho vivo e o espaço SIDADANIA, que já visitei, são lições de vida extraordinárias. Assim os corações e as mentes estejam abertas para as receber.

M.M.MENDONÇA disse...

Onze anos de percurso com HIV é obra.
A forma como o amigo Raul amadureceu, moldou e tornou o seu carácter um exemplo de vida é algo de muito precioso e quase transcendental.
Apreciei a sua postura digna e senti-me revoltado com um país que não investe nos apoios fundamentais à vida e à educação dum povo.

Olá!! disse...

Miudaaa, eu sei que tu sabes)) dá aí a mão….
Beijos em tu


Obrigada Adri-Dri-Drika, gostar não chega, há que fazer alguma coisa, certo???
Beijinhos

Profeta, apanhei uma piela no teu espaço ;))). Saio de lá sempre bem bebida de palavras mágicas.
Beijo

FM, a coisa anda complicada, mas não impossível… Tenho que comprar um armário tipo caixa forte para meter os ninos hehe…
Beijos

Professor, já fui, já vim, já distribui, já lhe disse que gostei imenso???
Claro que disse
Beijinhosssss


A malta está à espera, Parvinha…
Beijokas


Ninho de Cuco, a vida vale tudo, é rara ou mesmo única.
Beijossssssss


Silêncio Culpado, oxalá assim seja…
Beijinhos


Olá Raul, não tenho palavras para descrever a tua coragem… bem hajas.
As melhoras rápidas e um beijo grande


É isso mesmo Louise, combate cerrado aos preconceitos…
Beijo grande


Joseph, tens razão, mas como sabes, em Portugal não há aulas de educação sexual…
Beijinhos

Boris, acredito que as mentes e os corações de quem ler se vão abrir.
Beijos


MMMendonça, há tantos exemplos de vida anónimos… pode ser que o Raul os desperte para uma nova era de aceitação…
Beijos

SILÊNCIO CULPADO disse...

Olá
Amiga, tanta gente a aderir à causa. Excelente.