quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

"Inducadamente"

Como já é habitual, andava eu hoje a passear pelos blogs e vi um post do Hydra que, com o humor do costume, nos falava de educação e cavalheirismo.
Não posso deixar de frisar que acho que são duas coisas que se devem cultivar, sempre…
Num blog mais à frente, leio um post recheado de umas boas “caralhadas” … O verdadeiro português vernáculo que dentro do contexto não considero ofensivo…
Mais uma volta e deparo-me com o último post do Professor, que fala do uso de palavrões…
Eu uso palavras, todas as palavras, em determinado contexto acho que ninguém se ofende, mas há palavrões que são proferidos para ofender e atingem o alvo na perfeição.
Há também palavras mais suaves que atingem mais do que um palavrão...
O verdadeiro “saber” está no dar a volta ao texto e integrar o insulto no contexto ;))

Um destes dias estava a passear o meu canito, ele adora chafurdar na relva, atira paus e calhaus para todo o lado… adiante… distrai-me a conversar ao telemóvel enquanto andava e o cão foi esticando a trela para ir para a relva.
Um senhor de certa idade não viu o fio da trela e, acreditem no que digo, mal sentiu a perna a tocar no dito cujo, parou e atirou-me um olhar ameaçador (que medooooo).
Naturalmente pedi desculpa, passei-lhe pela frente retirando o fio (que facilmente ele passaria se levantasse os joelhitos) e o homem continuou a andar, deu 3 passos virou-se para trás e diz:
- Parece impossível…
- Como? – perguntei
- Os passeios não são para cães, são para pessoas - diz-me ele….
Bemmmmmmmmm… escolheu a hora e o dia….teve de ser…
- Então que anda aqui a fazer sua BESTA?
Acho que com esta lhe cortei qualquer hipótese de resposta…
Provavelmente se o mandasse para a grandessíssima pkp ia ser uma peixeirada levada da breca, mas como tomei grandes doses de chá em pequenina fiquei-me pela pergunta aparentemente leve mas carregada de insulto…

Professor, eu sei que não era um desafio, mas fica aqui registado o que acho do uso de palavrões…


11 olás!!:

Zé do Cão disse...

Esta é só para a Óla!!!
Aqui há uns anitos, vi um trabalhador da P.T. a lavar uma cabina telefonica, usando um escadote pequeno mas que dava bem para o efeito.Na traseira da cabina era jardim e tinha relva. Acontece que o homem, caiu do escadote, batendo com o cu no chão. Resultado, agarrou-se-lhe ás calças um valente cagalhão de cão, que um "canito" tinha despejado ali atrás.
É claro o homem furioso não deixou de chamar, paneleiros, cabrões, filhos da puta destes sádicos que trazem para aqui esta merda de cães.
Sorri, porque não era comigo, mas tive pena do fulano. O dia dele acabou naquele minuto. Jardim feito, bonito, airoso, cartaz a dizer não pisar. E os donos dos "lulus" é precisamente lá que levam
os cães para cagarem.
Tenho um amigo que teve um cão "Dalmata" sempre junto ás escadas do 1º andar.
Um dia o gajo, veio pelas escadas abaixo a ganir que metia dó.
A empregada, agarrou na pá do lixo e na vassoura, varreu os cácos todos para a pá e deitou tudo pró lixo. Foi fim do "dalmata".

Dava uma história, não ?

Olá!! disse...

hahaha Zé... dá história sim senhor...
Eu sou mais civilizada, costumo levar um daqueles sacos (que custas 2 cents no pingo doce) e apanho o cócózito do meu canito... vontade não me faltou de agarrar no recheio do saco e atirá-lo à besta do velho...
Beijossssssssssss

parvinha disse...

Sem dúvida que há palavras que podem ferir muito mais que um palavrão!

Fizeste bem usar, BESTA, pois não se trata de outra coisa!

Eu sei que és uma moçita civilizada.

Boa semana

Big Kiss

medusasss disse...

É assim mesmo! É preciso estilo para saber insultar como deve ser!
Apropriadíssimo!
***

Hydrargirum disse...

Eu a ler, com os olhos esbugalhados a ver onde a história ia desembocar, e qd dei com a "BESTA"....a gargalhada foi sonora!!!

Que resposta merecida!!!!....
:D:D:D:D:D:D:D

Já vi que tu e eu somos do mesmo material linguístico!:)lol

Jinhos:)

Blue Velvet disse...

Olázinha,
logo passo para te comentar.
Agora é só para dizer que tens tomates para colher no meu campo.
Leva a faquinha e o cesto.
:):):)

Blue Velvet disse...

Ai querida,
tou nisto desde as 2 da tarde.
Já nem vejo.
Fico muito feliz de saberes que só por engano não estarias no abracinho gostoso.
E por teres reclamado.
Beijokinhas
Gosto muuuuuito de ti:):)

Manuel Damas disse...

"Olázinha"...naõ era um desafio mas era um pseudo....
Por isso, faça o favor de postar o seu texto no meu espaço que está muito bom!!!
Que maçada..
:))))))))))))))))))))

Pintinho disse...

Olá, estiveste em grande. Eu não teria feito melhor com toda a certeza...


Carimbo Azul

AllenGirll disse...

Aiiiii que o homem deve ter ficado com os olhos revirados...até me doeu!

Essa tua garra leonina, quando explode...doa a quem doer!! LOL :P


Bjinhs*

Blue Velvet disse...

Boa!
Se fosse comigo não sei se não teria esquecido o chá...
O meu cão era absolutamente sagrado.
Mas isso dos palavrões temmuito que se lhe diga.
Há quem afirme que preferia que eu dissesse um palavrão a deitar um certo olhar que mata qualquer um...
Beijinhos